sábado, 11 de dezembro de 2010

Evolução da peça















(Não estão presentes todas as fotos realizadas, apenas pus as essenciais, para perceberem mais ou menos a evolução)

Relatório - aula prática (cerâmica)

 Pastas cerâmicas:
Pastas de alta temperatura – Porcelana, grês e borno (cozidas acima dos 1200º)
Pastas de baixa temperatura – Barro vermelham, barro branco (cozidas acerca de 1000º)
Ferramentas:
Para moldar – teques de madeira e teques de arame (para vazar)
Para furar – furadores
Para tratamento de superfícies – Rim
Para cortar – facas e garrotes

































Técnicas de modelação:


Bola


























Com o polegar a parte côncava
























com os outros quatro dedos a convexar, pressionando.






























Taças, copos, cabeças de fantoches.


Lastra:


























Para objectos com planos




























Duas réguas da mesma espessura. Rolo da massa.


























Máscaras, caixas, cubos, paralelepípedos, etc.
Para colocar elementos da máscara, risca-se e (…)




























(…) Coloca-se lambugem.





Rolos
Pressionar com as falanges os rolos. A técnica do rolo serve para tudo, especialmente peças grandes, mais colagem.

Vazamento
Risca-se, põe-se lambugem e depois cola-se os rolos para unir as 2 peças. E reforçar a colagem com rolinhos.
































Secagem
A peça rende a água física, secagem á sombra, que faz com que a peça, contráia.

Cozedura
Têm que ser lentas, aos 600º prende a água química, principalmente no ínicio. Até aos 400º demora +/- 3:30h. No total, 6 a 8 horas.

sábado, 20 de novembro de 2010

Ideia final


Ideia Final

Exploração da ideia final



Peça terminada, exploração terminada

Exploração de ideias aula - 15/11/2010


"O mundo pode por vezes trazer-nos sensações más"


metamorfose das emoções


"Olhar para o mundo com outros olhos, mesmo sem o poder da visão"

"As emoções podem sentir-se, mas não se podem ver"

"As emoções são para serem sentidas"

LIBERTA-TE, deixa a tua mão fluir

domingo, 7 de novembro de 2010

emoções

'Eu sou livre para o silêncio das formas e das cores' por Carla Carvalho

“Emoções são reações a pensamentos, refletem a maneira com que você vê e julga determinados fatos.
Os sentimentos, não. Vêm da alma. Aparecem e extravasam simplesmente. Refletem-se no cultivo do belo, no capricho de fazer as coisas, no carinho e na ternura por tudo e por todos. É o prazer exteriorizado.
Quando você ama e expressa livremente esse sentimento, seu carisma envolve tudo que que você toca e o prazer, a alegria que você sente faz sua felicidade.”



Exploração de ideias - cerâmica

 "O mundo lá fora" por Carla Carvalho

 "As questões" por Carla Carvalho

 "Emoções" por Carla Carvalho

"Metamorfose das emoções" por Carla Carvalho

 2º demostração da "metamorfose das emoções" por Carla Carvalho

 "Emoções retratadas pelo coração" por Carla carvalho

 "Eu, tu e as emoções" por Carla Carvalho

 "Exploração do coração" por Carla Carvalho

"broken heart" por Carla Carvalho

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

emoções

"As emoções" Por Carla Carvalho Modelo Soraia Bastos

"As emoções" Por Inês Furtado
Tudo na vida vale a pena, pois tudo o que a vida nos dá, é para ser vivido.

 "You and I" por Deyvis Malta


 “Olha, toca e sente” por Deyvis Malta
Sê tu mesmo, sem quaisquer tristezas, angústia ou até raiva. Abdica de tudo, pela tua felicidade.

“In love” por Deyvis Malta
Não sejas parvo ao ponto de te entregares, sabendo que mais tarde a tristeza falará mais alto.


"Broken heart" por Carla Carvalho
O amor revolta-nos, traz-nos a tristeza maior do mundo.

Conceito

"Mas era preciso arriscar. E tu? o que estás disposto a arriscar?"

Eu, eu arrisco todas as minhas emoções para obter apenas uma, aquela que para mim vale tudo, o mundo. Arrisco tudo, para obter a felicidade, felicidade essa traduzida numa paz de espírito, numa fuga de todos os problemas, como se o meu corpo deixasse de existir e ficasse apenas a minha alma, em forma dessa "felicidade" que eu pinto com as minhas próprias cores. Arrisco o amor, que é a emoção que nos trás mais tristeza, arrisco o ódio, que nos traz a maior insegurança e arrisco a indiferença, que nos pode criar um zero, arrisco tudo isso, para ficar bem comigo mesma, ser eu em forma de paz de espírito. Como se fosse um grão de arei que voasse com o vento. Apenas eu mesma.


Módulo 2

Cerâmica - módulo 2

sábado, 16 de outubro de 2010

Projecto e Tecnologias - Peças finais

 primeira peça, anel, em que uma das partes mostra a escrita de braille.

 segunda parte do anel, arame com lã enrolado.

 segunda peça, base em cartão

 a primeira peça com a segunda

 a segunda peça, ainda em construção

 as costas da segunda peça, já terminada.

 segunda peça, também com a escrita de braille

 experimentação da terceira peça (ainda em construção)

Todas as peças, embora a terceira ainda esteja em construção.




APRESENTAÇÃO FINAL:

video